História da Borboleta

Leia mais

Inscreva-se no YouTube

Leia mais

Pesquisa de Público

Leia mais

Ganhe 10% de desconto usando o código Carina Rocha

Leia mais

Anuncie

Leia mais

19 novembro 2016

Como descobrir meu chamado?



E ai galera, graça e paz.
Tem dias em que parece que nos sentimos perdidos, parece que tudo o fazemos é em vão. Outros dias que não temos certeza de nada, desânimo e temos vontade de parar. Não encontramos nosso lugar. Não nos encaixamos em nada.



Eu confesso que já pensei assim. Me senti perdida, desanimada e não tinha certeza se o que fazia era realmente o que Deus queria de mim. Eu comecei muito novinha a trabalhar na igreja, tinha só 12 anos, e quando cheguei naquela fase de transição da adolescência, que você acha que ninguém te entende e eu achei isso também, e até que Deus não me entendia. Como sempre fui muito reservada, nunca fui de dividir meus sentimentos, eu contava tudo só pra Deus, mesmo achando na minha cabeça que Deus não iria me entender. Mas a palavra é uma semente e quando começa a germinar debaixo da terra e a gente não está vendo, mas está acontecendo. E era isso que Deus estava fazendo comigo, eu não via, até que rompesse e eu comecei a ver, comecei a entender o que estava acontecendo. Todos nós temos um chamado, todos, sem exceção, que é o ide e pregai e fazei discípulos.

O que muitas vezes atrapalha a nos encontrarmos é saber o que temos, o dom ou talento que Deus colocou em cada um de nós. Eu amo falar, estudar, sou curiosa, quando quero descobrir algo, pesquiso, leio até entender. Amo cantar. Sirvo para cantar? Não gente, rsrsrs..., misericórdia. Eu até gostaria, mas não tenho talento nenhum. Já tem pessoas que amam cantar, tocar, costurar, cozinhar.

Cada um foi criado com talentos e dons diferentes, mas todo com o mesmo propósito: Levar Jesus para as pessoas.

Tenho um exemplo da minha mãe. Eu fazia parte de um grupo de teatro na igreja. Gosto muito de atuar, já minha mãe é muito tímida e não curte muito essas coisas. Ela sempre trabalhou na igreja, sempre gostou de fazer a obra, e desde que eu era um girininho rsrsrs..., eu já via ela trabalhando, talvez isso tenha me influenciado desde cedo.
E como ela ama costurar, ela começou a fazer as roupas e fantasias do grupo de teatro. Ela contribuía para o reino.

O que eu quero dizer é que tudo o que você faz não é em vão. Talvez você seja tímido, não faça muitas amizades e acha que não se encaixa em nada na igreja, mas deve gostar de ficar no facebook ou na internet né? Quem não gosta? São raras as exceções.
Que tal então chegar no seu pastor ou no seu líder e pedir para gerenciar a página da igreja? Ou criar um blog com fotos e versículos e mensagens?
Com certeza tem um departamento na igreja que precisa do seu serviço.

A seara é grande, mas os ceifeiros são muito pouco. Tem um lugar para todo mundo trabalhar é só você usar a habilidade que tem, ser bom naquilo que você ama fazer.

E quero deixar um versículo para você meditar:

Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.
1 Coríntios 15:58



7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá :) Enviamos um convite para o teu email.
    Contamos contigo? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Swonkie em qual e-mail você enviou? Não recebi nada!

      Excluir
    2. contato@carinarochaoficial.com.br , pode confirmar por favor no spam? Pode ter ido para lá :)

      Excluir
    3. o único e-mail no spam é do The Chrons, seria esse? Caso não seja, pode enviar no carinapnunes0@gmail.com

      Excluir
    4. Não, enviamos para esse email :)

      Excluir